Incontinência urinária masculina: sintomas, causas e tratamentos

As perdas involuntárias de urina são comuns em homens após os 40 anos, é importante esclarecer que a incontinência não é uma doença, é um sintoma, e as suas causas vão desde problemas de próstata até doenças neurológicas.


A maior causa de incontinência urinária masculina é o aumento da próstata, o que gera uma obstrução na uretra, trazendo como conseqüência os pingos de urina.


Quais são os sintomas da incontinência urinária?


Os sintomas variam em cada homem e dependem do tipo de incontinência que se experimente. No caso da incontinência leve, se apresentam ligeiras downloads ao tossir ou rir, enquanto que a incontinência avançada caracteriza-se por perdas contínuas.


É comum que também se apresentem sintomas como:



  • Incapacidade para urinar

  • Fraqueza do jato

  • Sensação de esvaziamento incompleto

  • Aumento da frequência das micções

Diagnóstico


Embora experimentar gotejamentos espontâneos de urina seja algo natural, aconselhamos que você visite o seu médico para que este possa fazer um diagnóstico especializado do caso e lhe indicar o melhor tratamento a seguir.

A incontinência não é uma enfermdedad

Lembre-se que as causas graves para a incontinência, como doenças da próstata, que diagnosticadas a tempo, podem ser controladas sem afetar sua qualidade de vida.


Causas da incontinência urinária masculina


A incontinência urinária masculina é geralmente devido a problemas de próstata e os tratamentos utilizados para solucioná-los. A hiperplasia benigna da próstata (BPH), o câncer e suas respectivas cirurgias, são os mais comuns.


Na maioria das vezes os homens experimentam incontinência temporária após uma cirurgia de câncer de próstata. Neste caso, recomendamos esperar um período de tempo antes de tratar a incontinência, é possível que o corpo se restabeleça a continência naturalmente.


No caso persista, é oportuno consultar um profissional para avaliar as opções de tratamento.


A incontinência masculina pode ser causada também por outras condições médicas, incluindo doenças neurológicas como mal de Parkinson, choque ou lesões na coluna vertebral, alguns tipos de cirurgia e certos defeitos congênitos ou doenças crônicas, como a diabetes.


Uma variedade de tratamentos para a incontinência masculina


Dependendo de qual seja a sua causa, existem diferentes formas de tratá-la. Praticar os exercícios de Labirinto, que consistem em contrair e relaxar os músculos pélvicos buscando o fortalecimento destes, faz parte dos mais eficazes.


Também existem medicamentos que bloqueiam as contrações da bexiga e ajudam a aumentar a força do esfíncter.


Compartilhe conosco suas opiniões, estaremos atentos a suas sugestões.


Um grupo de profissionais em diferentes áreas da saúde está à sua disposição para resolver as suas preocupações.


 

Incontinência urinária masculina: sintomas, causas e tratamentos
Rate this post